top of page

Animais silvestres recuperados em Salvador são soltos em reserva no município de Entre Rios


Imagem ilustrativa de Ondřej Vídenský por Pixabay

Quarenta animais silvestres recuperados pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Salvador, que é vinculado ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), foram reintegrados à natureza nesta sexta-feira, dia 17. A soltura ocorreu no Projeto Cachoeira, reserva pertencente à Bracell que fica no município de Entre Rios e é certificada como Área de Soltura de Animais Silvestres (Asas).


Dentre os animais que ganharam um novo lar estão 10 jiboias (Boa constrictor), seis cágados-cabeça-de-cobra (Mesoclemmys tuberculata), cinco jararacas (Bothrops leucurus), três cobras-d’água (Helicops sp.), três cágados-de-barbicha (Phrynops geoffroanus), dois Jacarés-coroa (Paleosuchus palpebrosus), duas corais-verdadeiras (Micrurus ibiboboca), duas iguanas (Iguana iguana), duas suindaras (Tyto furcata),  uma mão-pelada (Procyon cancrivorus), uma cuíca (Marmosops matschie),  uma caninana (Spilotes pullatus), um  jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris) e uma cobra-cega (Amphisbaena alba).


De acordo com o biólogo Igor Macedo, especialista em Meio Ambiente da Bracell, que participou da reintegração dos animais junto com a equipe do Cetas, o Projeto Cachoeira foi escolhido por ter as condições naturais adequadas para acolher as espécies. “A propriedade tem um alto nível de conservação ambiental, além de ser banhada pelo rio Sauípe, o que garante o ambiente perfeito para que eles voltem a viver em um ambiente adequado para seu desenvolvimento”, afirma.



Edição: Tribuna do Recôncavo | Informações: Bracell.



Comments


veja também

ANUNCIE.png
bottom of page