top of page

Neste mês de dezembro será marcado por diversos eventos astronômicos:

Atualizado: 22 de dez. de 2020




Neste mês de dezembro será marcado por diversos eventos astronômicos:


13 e 14 de dezembro: Pico da chuva de meteoros Geminídeos;


14 de dezembro: o único eclipse solar

total de 2020 cruzará a ponta mais ao

sul da América do Sul. Infelizmente, nós

brasileiros só veremos o fenômeno

parcialmente: quanto mais ao sul você

estiver, mais do sol será encoberto.


17 de dezembro: teremos uma

conjunção dupla no céu. A Lua

crescente estará em conjunção com

Júpiter às 1h30 e com Saturno às 3h20.

Infelizmente, nestes horários a lua

estará abaixo do horizonte aqui no

Brasil. Mas você poderá observar

Saturno e Júpiter próximos dela no

momento do pôr-do-sol até por volta das 20h45 quando os planetas

começam a se por atrás do horizonte.


21 de dezembro: solstício de inverno às

6h47, marcando o início do inverno no

hemisfério norte e verão aqui no

hemisfério sul. Mas o destaque do dia será a grande conjunção entre Júpiter e Saturno que a olho nu estarão tão próximos que parecerão ser uma única estrela.

Embora as conjunções entre estes planetas sejam comuns, eles não estão tão próximos desde 16 de julho de 1623. Eles serão visíveis a partir do pôr do Sol (às 18h57, considerando um observador em Brasilia), 24° acima do horizonte a

oeste, e ficarão no céu até sumirem sob

o horizonte às 20h46.


23 de dezembro: conjunção da Lua com

Marte às 15h31. Neste momento a lua

já estará visível no céu, mas Marte só

será visível a partir do pôr-do-sol às

18h30 até as 1h13 do dia 24, quando

se põe atrás do horizonte.


29 de dezembro: A lua cheia de

dezembro, conhecida nos EUA como a

"Lua Fria", começa às 0h28.


Como se orientar:


Para facilitar a orientação e saber em

que direção olhar é importante

identificar os principais pontos

cardeais. Para isso, você pode usar um

velho truque: uma bússola ou um app

de astronomia em seu celular.

Comments


veja também

ANUNCIE.png