top of page

Justiça anula eleição feita ilegalmente em Acajutiba(BA) e determina que seja feita uma nova eleição


Nesta segunda-feira (24), a justiça anulou e determinou nova eleição à presidência da Câmara de Acajutiba(BA). Tudo aconteceu depois que o presidente da Câmara, o Vereador Reginaldo Neres, de forma ilegal colocou em votação a eleição da mesa sem obedecer ao prazo devido como determina a lei do regimento interno da casa.


O presidente tentou burlar a lei para se promover presidente novamente antecipando a eleição sem dá direito aos vereadores de apresentar uma outra chapa ou seja, fez tudo sem aviso prévio, colocou em votação e aprovou a eleição da mesa onde ele era candidato único e seria eleito novamente presidente da Câmara.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A eleição ilegal aconteceu no dia 06 de abril de 2022, onde houve tumulto, confusão, xingamento, empurrão, o caso virou destaque nacional nos meios de comunicação e até meme na internet.


De acordo com a decisão o presidente atual agiu ilegalmente, atropelando os prazos e não dando tempo para que fosse manifestado o interesse de uma chapa 2.


Comprovado o ato criminoso do presidente atual, a justiça anulou a sessão e uma nova eleição será feita ainda sem data determinada.


Fonte: Informativo 24



Commentaires


veja também

ANUNCIE.png
bottom of page