top of page

Anvisa proíbe venda de álcool liquido 70% em supermercados e farmácias



O prazo final para a venda de álcool líquido 70% em mercados e farmácias é abril. A partir do dia 30, a comercialização deste produto será proibida em todo o país, restando apenas a permissão para o álcool em gel.


Durante a pandemia de Covid-19, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou temporariamente a venda do álcool líquido ao público em geral, mas essa autorização expirou em 31 de dezembro de 2023. O período até o final deste mês servirá apenas para que os estabelecimentos esgotem seus estoques do produto.


O conselheiro Ubiracir Lima, do Conselho Federal de Química (CFQ), explica que o álcool líquido foi substituído pelo gel em 2002, devido a preocupações com acidentes. Ele ressalta que ambos possuem a mesma eficácia na limpeza, e que é possível utilizar outros produtos aprovados pela Anvisa para limpeza doméstica no lugar do álcool 70%.


Por outro lado, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) se opõe a essa proibição. A entidade argumenta que o consumidor ficará privado de um produto com melhor relação custo-benefício. A Abras informou que tem mantido conversas com a Anvisa desde dezembro, devido à demanda dos consumidores e à escassez de álcool líquido disponível para venda nos supermercados.


Fonte: Conexão Politica

Comments


veja também

ANUNCIE.png
bottom of page