top of page

56ª CIPM se torna ponto de coleta do projeto Livros que Voam




A 56ª Companhia Independente de Polícia Militar está apoiando o Projeto “Livros que Voam”, tornou-se ponto de coleta de livros e convida a todos os entrerrienses para participarem deste importante projeto social.


O projeto, de autoria do Maj PM Eduardo Luiz dos Santos Silva, piloto do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia - GRAER, ganhou força pela simplicidade e pela possibilidade de despertar nos jovens o interesse pela leitura.


Via de regra, as viagens oficiais ao interior do Estado usam o vetor aéreo, mediante o emprego de aeronaves com asas fixas e asas rotativas de propriedade do Governo do Estado, assim como por aeronaves locadas, quando extrapolada a capacidade da frota aérea oficial. Apesar do foco das viagens oficiais ser a presença do governador do Estado, boa parte dos moradores das cidades interioranas, notadamente crianças e adolescentes, geralmente, admira e aguarda ansiosamente pelo pouso do helicóptero, reservando o momento para registros fotográficos e para a satisfação de contemplar de perto a aeronave.


A ideia, de acordo com o Major PM Eduardo, é de propiciar uma interação maior com esse público, trazendo-lhes livros e, ao mesmo tempo, estabelecendo um diálogo mais aproximado com a comunidade, no sentido de estimular a leitura em prol de um futuro melhor. No ensejo, são contadas também histórias da aviação e o período de interação com a comunidade dura o tempo em que o governador permanece naquele município.


Por fim, o comando da 56ª CIPM coloca à disposição da comunidade o quartel de Entre Rios para ser ponto de coleta dos livros do projeto “Livros que Voam” e reitera o convite para que todos participem. As dicas para doação estão na página da Companhia no Instagram (@56cipm).


PMBA, uma força a serviço do cidadão.


56ª CIPM, Guardiã da Cidadania.


Fonte: Assessoria de Comunicação Social da 56ª CIPM

Comments


veja também

ANUNCIE.png
bottom of page